A Seleção Nacional já chegou à Rússia,  onde vai começar a disputar o Campeonato do Mundo a partir da próxima quinta-feira. O avião que transportou jogadores e restante staff chegou a Moscovo, mais propriamente ao aeroporto de Zhukovski, por volta das 16h00 locais (18h00 em Lisboa), meia-hora antes da hora prevista - o avião tinha partido de Lisboa com cerca de meia hora de atraso.

“É um privilégio estar aqui, neste país que tão bem nos acolheu na Taça das confederações, há um ano. Foi uma experiência muito positiva para Portugal e, agora, vamos tentar dar o nosso melhor. Estamos desejosos de começar”, disse Fernando Santos, à RTP, à chegada ao aeroporto de Zhukovski.

A seleção portuguesa chegou a Moscovo e vai, agora, instalar-se em Kratovo, a cerca de 50 quilómetros a sudeste da capital russa.

“Estamos bem, temo-nos preparado bem. É bom estar de volta depois da Taça das Confederações. Estamos felizes pode jogar este campeonato do Mundo aqui na Rússia. Agora, é trabalhar bem esta semana e chegar bem ao primeiro jogo”, disse, por seu lado, Bruno Alves.

Sem prometer títulos, o central dos escoceses do Rangers foi claro: “Vamos dar tudo, trabalhar da melhor maneira e tentar ganhar todos os jogos”.

A equipa das quinas vai agora seguir de autocarro numa viagem de 11 quilómetros até ao centro de estágio do FC Saturn, na rural localidade de Kratovo, onde está montado o seu quartel-general.

O primeiro treino em solo russo, aberto à comunicação social e aos adeptos, está marcado para domingo às 11:30 locais (09:30 em Lisboa).

A equipa das ‘quinas' vai estrear-se na competição frente à Espanha, em Sochi, na sexta-feira, e defronta depois Marrocos, em 20 de junho, em Moscovo e fecha o Grupo B com o Irão, de Carlos Queiroz, em 25, em Saransk.

Nos três jogos de preparação efetuados nas duas últimas semanas Portugal empatou 2-2 com a Tunísia, em Braga, e 0-0 com a Bélgica, em Bruxelas, e venceu a Argélia por 3-0, em Lisboa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.