Estalou o verniz entre Gattuso, treinador do Milan, e Bakayoko, médio dos rossoneri, durante a partida que os milaneses venceram contra o Bolonha, por 2-1.

O técnico italiano chamou o francês para aquecer rápido porque teria que entrar para o lugar do lesionado Lucas Biglia. Bakayoko terá demorado demasiado tempo a aquecer e a preparar-se para entrar em campo e Gattuso optou por colocar em jogo Mauri.

O médio francês não ficou contente com a situação e câmaras televisivas apanharam-no a insultar o treinador, quando este já lhe tinha virado as costas.

"Vai-te f****", disse o jogador de 24 anos, ao que Gattuso respondeu a prometer-lhe uma dura no balneário: "Lá dentro falamos".

Na conferência de imprensa após o jogo, Gattuso acabou por abordar o assunto, sublinhando que o mesmo se vai revolver entre portas: "Disse a Bakayoko para aquecer, ele precisou de mais tempo e depois coloquei o Mauri. Também respondi mal a vários treinadores. Agora, o mais importante é o Milan, não estas coisas. Não devemos desrespeitar a camisola e o grupo. Vamos falar sobre isso no balneário, na minha língua, que aqui na TV e com os jornalistas não posso usar: é o nosso negócio."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.