O Cagliari anunciou esta sexta-feira ter banido definitivamente três adeptos depois de estes terem sido insultado jogadores adversários com comentários racistas.

As identidades dos respetivos adeptos não foram reveladas, mas estes foram identificados pelos seguranças do estádio do Cagliari.

No comunicado divulgado pelo clube italiano pode ler-se que "foram impostas três expulsões que vão impedir os culpados por estas ações deploráveis de entrarem na Arena Sardegna, para qualquer evento, para a vida".

A decisão do Cagliari foi elogiada em Itália, nomeadamente pelo presidente da Federação Italiana de Futebol (FIGC). "O futebol italiano trava uma luta contra o racismo. Por esse motivo, gostaria de felicitar o Cagliari Calcio pela intransigência demonstrada com esta decisão. A seriedade e a determinação do presidente Giulini estão presentes para todos verem. A FIGC demonstra o seu apoio com ações concretas contra qualquer forma de discriminação, porque o flagelo da incivilidade só pode ser vencido entrando em campo juntos ", disse o dirigente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.