A Juventus anunciou hoje a suspensão temporária da atividade da equipa de sub-23, que compete no terceiro escalão do futebol italiano, depois de ter defrontado um adversário com vários jogadores que contraíram Covid-19.

“O motivo desta decisão prende-se com o surgimento de novos casos de contágio do Covid-19 nas últimas horas entre os jogadores do Pianese, que a Juventus defrontou em 23 de fevereiro”, pode ler-se no comunicado divulgado pelo clube de Cristiano Ronaldo.

A Juventus informou ainda que “seis dias após a partida, os jogadores ‘bianconeri’ não apresentam sintomas” e que “permanecem sob supervisão médica”, tendo sido suspensos os treinos até nova ordem.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou pelo menos 2.916 mortos e infetou mais de 84 mil pessoas, de acordo com dados reportados por 57 países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 36 mil recuperaram.

Além de 2.835 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França, Hong Kong e Taiwan.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para “muito elevado”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.