Paolo Dybala voltou a acusar positivo ao novo coronavírus, de acordo com um informação dada este sábado pela sua companheira, Oriana Sabatini. O jogador argentino da Juventus pensava estar curado, depois de ter feito um primeiro teste com resultado negativo, mas para que um paciente seja dado como curado são necessários dois testes negativos, o chamado 'duplo negativo'.

Segundo Oriana, em declarações reproduzidas pelo jornal 'Olé', ela e Dybala fizeram o teste a 21 de março e, ao receberem os resultados, verificaram ter ambos acusado positivo. Após vários dias de quarentena, fizeram novo teste, que deu negativo.

Porém, sexta-feira, novo teste - aquele que confirmaria em definitivo a recuperação - acusou positivo. "Isto comprova o pouco que sabemos do vírus", salienta Oriana, citada pela mesma publicação.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.