Christian Eriksen seguiu para o Inter de Milão no última janela de transferências pondo fim à novela que se ia prolongando incluindo o Tottenham e o dinamarquês.

Eriksen, em entrevista à BBC Sport, afirma que José Mourinho teve a atitude correta para consigo, não o impedindo de jogar e de contribuir para a equipa.

"Quando a janela [de transferências] não está aberta, só podem existir conversas. Não pode existir nada de concreto. Eu acho que o Mourinho agiu bem. Ele podia ter dito 'quer-se ir embora, então não joga mais'. Ele não fez isso".

"Depois de lhe como me estava a sentir e o que queria fazer, ele disse-me para ser feliz e que se precisasse de mim eu ia jogar. Fui preciso em alguns jogos onde fiz a diferença. Era mais como um extra do que como um titular, obviamente", afirmou na entrevista.

O médio dinamarquês revelou mesmo a satisfação que sente em ter mudado de liga, principalmente com toda a polémica que a sua situação causou.

"Em todos os jogos era 'Vai sair? Não vai sair?'. Claro que muita gente falava sobre isso. Até os fãs na rua diziam-me coisas como 'Obrigado, adeus e boa sorte'. Mas eu ainda estava lá. Foi esquisito. Na minha cabeça e para o meu corpo, é bom estar num novo lugar e começar de novo", disse.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.