A estátua de Zlatan Ibrahimovic, erguida em outubro na cidade de Malmo, na Suécia, foi vandalizada pela terceira vez na noite de sábado para domingo, tendo aparecido derrubada. Esta segunda-feira, a estátua acabou mesmo por ser removida.

No entanto, segundo o 'Guardian', o Malmo pretende voltar a erguer a estátua de Ibrahimovic, assim que esta for reparada.

Os adeptos do Malmo FF não perdoam o facto de o avançado ter comprado parte do Hammarby, clube rival, e esta é a terceira vez que vandalizam a estátua do astro sueco em pouco mais de um mês. Da primeira vez, em novembro, tinha sido colocada uma tampa de sanita num braço da estátua e ateado fogos à volta da mesma. Já da segunda vez, em dezembro, para além de a terem tentado derrubar serrando-lhe os pés, colocaram-lhe ainda uma corda ao pescoço com uma placa em que se pode ler 'vendido'.

O sueco, de 38 anos, que se destacou como jogador no Ajax, AC Milan, Inter de Milão, Juventus, Paris Saint-Germain, FC Barcelona e Manchester United, adquiriu 50% das ações da filial sueca da empresa de espetáculos norte-americana AEG, dona do Hammarby e dos Los Angeles Galaxy.

A própria casa do jogador já chegou a ser também vandalizada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.