Na ausência de Cristiano Ronaldo, Paulo Dybala e Juan Cuadrado marcaram e a Juventus venceu, em casa, o Brscia por 2-0, isolando-se 'à condição' no topo da Serie A e ficando à espera do que Inter de Milão e Lázio farão quando medirem forças na noite deste domingo, no jogo grande da 24.ª ronda da prova.

A turma de Turim precisou de 38 minutos para abrir o marcador. E, na ausência de Cristiano Ronaldo, poupado por Maurizio Sarri, foi Paulo Dybala a marcar, na transformação de um livre superiormente cobrado.

Na segunda parte foi outro sul-americano, Cuadrado, a marcar, fechando o placar em 2-0 aos 75 minutos, numa  altura em que o Brescia se encontrava já reduzido a dez jogadores.

Com este triunfo, a Juve lidera isolada a classificação, com 57 pontos, mais três do que o Inter que, na noite deste domingo defronta a Lazio, terceira classificada com menos quatro porntos do que a 'vechia signora' e a um dos 'nerazzurri', no Olímpico de Roma.

Noutros jogos disputados ao início da tarde, a Fiorentina foi a Génova golear a Sampdoria por 5-1, num encontro em que chegou ao intervalo a vencer por 3-0, depois do autogolo de Thorsby, aos oito minutos, e das grandes penalidades convertidas por Vlahovic (18) e Chiesa (40), que bisaram no segundo tempo.

Já o Parma, capitaneado por Bruno Alves, venceu por 1-0 no terreno do Sassuolo, com um golo de Gervinho (25), e mantém-se na luta por um lugar europeu, enquanto a Udinese empatou sem golos com o Verona, que teve Miguel Veloso como capitão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.