A Lazio venceu, este sábado, por 2-0 na receção ao Bolonha e vai fechar a 26.ª jornada na liderança da Liga italiana de futebol, tirando partido do adiamento do Juventus-Inter de Milão, que estava agendado para domingo.

A equipa romana construiu o quarto triunfo seguido na prova na primeira parte e em apenas três minutos: o médio espanhol Luis Alberto abriu o marcador, aos 18, antes de assistir o avançado argentino Joaquín Correa para o segundo, aos 21.

O conjunto ‘laziale’, que leva 21 jogos consecutivos sem perder na ‘Serie A’ - desde 25 de setembro de 2019, na visita ao Inter de Milão (1-0) - assumiu o comando da prova e ali se vai manter, pelo menos, até à próxima ronda.

A Lazio, que não vence o título italiano desde 2000, então com Sven-Goran Eriksson, Fernando Couto e Sérgio Conceição, soma 62 pontos, mais dois do que a Juventus, segunda colocada, e mais oito do que o Inter, terceiro, que iriam defrontar-se no domingo.

O duelo entre as duas formações, que a Liga tinha decidido na quinta-feira que se jogasse à porta fechada, é um dos cinco jogos da 26.ª jornada adiados hoje pela Liga italiana, para 13 de maio, devido à epidemia de Covid-19, provocada por um novo coronavírus.

Além do embate entre o conjunto de Cristiano Ronaldo e o Inter de Milão, foram adiados os encontros Udinese-Fiorentina, Milan-Genova, Parma-Spal e Sassuolo-Brescia.

O Nápoles, com o lateral português Mário Rui no banco de suplentes, bateu o Torino por 2-1, mantendo o sexto lugar, com 39 pontos, enquanto o rival é 15.º, com 27.

Aos 19 minutos, na sequência de livre na direita, o defesa central grego Manolas foi o mais forte entre a ‘multidão’ na pequena área, com um cabeceamento indefensável.

Aos 83, Giovanni Di Lorenzo, ao segundo poste, antecipou-se ao guarda-redes e defesa e sentenciou a partida, de nada valendo a resposta de Simone Edera, aos 90+1, tardia para a tentativa de resgate de, pelo menos, um ponto.

Este foi o sétimo desaire consecutivo do Torino em todas as provas, incluindo o afastamento na Taça de Itália, frente ao AC Milan, após prolongamento.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.