A Liga italiana, suspensa desde março devido à pandemia de covid-19, terá de ser concluída até 20 de agosto e, caso haja necessidade, poderá ser decidida através de ‘play-offs', anunciou hoje a Federação Italiana de Futebol (FIGC).

Na sequência de uma reunião entre as altas esferas do futebol transalpino, a FIGC reforçou a intenção de retomar os três escalões profissionais em meados de junho, priorizando, desta forma, o "mérito desportivo como base para definir as competições, como previsto pelo COI [Comité Olímpico Internacional] e CONI [Comité Olímpico de Itália]".

"A FIGC expressou a vontade de retomar e completar as competições nacionais profissionais, fixando o dia 20 de agosto como prazo para terminar a Serie A [primeiro escalão], a Serie B [segundo] e a Serie C [terceiro]", informou a FIGC, através de comunicado divulgado no seu sítio oficial.

Contudo, o organismo já tem alternativas preparadas, caso as competições da temporada 2019/20 venham a ser novamente interrompidas ou até mesmo canceladas, devido à crise mundial de saúde pública.

Em caso de nova paragem temporária, as provas serão retomadas num "novo formato", através de um ‘play-off' para definir os campeões das series A, B e C e as equipas que sobem de divisão, bem como um ‘play-out', através do qual se decidirá quem desce.

Já no caso de a época ser definitivamente cancelada, as classificações serão definidas através de um "coeficiente objetivo" aplicado pela FIGC.

Após 26 jornadas, de um total de 38, a Juventus, de Cristiano Ronaldo, lidera o campeonato transalpino, com 63 pontos, contra 62 da Lazio, segunda colocada, e 54 do Inter de Milão, terceiro, que tem menos um jogo disputado.

Quanto à próxima temporada do futebol italiano, iniciar-se-á a partir de 01 de setembro.

Na segunda-feira, a FIGC anunciou que a ‘Serie A’, tal como a Taça de Itália, vão continuar suspensas até 14 de junho, depois de o governo italiano ter prolongado a proibição da realização de eventos desportivos no país até essa data.

De resto, o ministro do Desporto anunciou que em 28 de maio vai reunir-se com os presidentes da Federação Italiana de Futebol, Gabriele Gravina, e da Liga de clubes, Paolo dal Pino, "para definir uma data para o recomeço do campeonato".

A Liga italiana foi interrompida em 09 de março, quando estavam decorridas 26 jornadas, devido à crise de saúde pública motivada pela pandemia de covid-19, que já matou 32.330 pessoas entre mais de 227 mil casos de infeção em Itália.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas - Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França, Países Baixos, Bélgica e Escócia foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 04 de junho, depois de a Liga alemã ter sido retomada no sábado.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 323 mil mortos e infetou quase 4,9 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 1,8 milhões de doentes foram considerados curados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.