Nápoles e AC Milan empataram hoje a 2-2, para a 32.ª jornada da Liga italiana de futebol, liderada pela Juventus, e atrasaram-se mutuamente na perseguição ao quinto lugar ocupado pela Roma, do treinador português Paulo Fonseca.

O AC Milan chegou à vantagem pelo francês Hernández (0-1), aos 20 minutos, mas o Nápoles deu a volta com golos de Giovanni Di Lorenzo (1-1), aos 34 minutos, e do belga Dries Mertens (2-1), aos 60, que é o melhor marcador da história do clube (125 golos).

Numa desatenção defensiva aos 73 minutos, num lance aparentemente controlado e sem perigo para a sua baliza, o Nápoles cedeu uma grande penalidade, que o AC Milan converteu pelo costa-marfinense Frank Kessie no golo do empate a 2-2.

O duelo pela tentativa de aproximação ao quinto lugar, que dá acesso direto à Liga Europa, contou com os portugueses Mário Rui a titular no Nápoles e Rafael Leão chamado aos 61 minutos para render no AC Milan o sueco Zlatan Ibrahimovic.

O Nápoles segue no sexto lugar do campeonato, com 52 – posto que dá acesso à fase de qualificação para a Liga Europa -, a dois da Roma (quinta), enquanto o AC Milan é sétimo, com 50.

O Hellas Verona, do português Miguel Veloso, esteve a vencer em casa da Fiorentina desde o minuto 18, com um golo de Davide Faraomi, mas acabou por consentir o empate a 1-1 no sexto minuto do período de descontos, por Patrick Cutrone.

A formação de Verona segue tranquila no nono lugar do campeonato, com 44 pontos, a dois do Sassuolo, oitavo, enquanto a Fiorentina é 13.ª, com 36, e ainda longe da tranquilidade classificativa.

O Bolonha também deixou escapar o triunfo em casa do Parma, do português Bruno Alves, que foi substituído ao intervalo, ao sofrer dois golos no período de descontos do encontro.

O brasileiro Danilo, aos três minutos, e Roberto Soriano, aos 16, colocaram o Bolonha a vencer por 2-0, mas o Parma reagiu na parte final do jogo e chegou ao empate a 2-2 com golos do esloveno Jasmin Kurtic e Roberto Inglese, aos 90+3 e 90+5 minutos, respetivamente.

Com o ponto ‘arrancado a ferros’, o Parma segue na 12.ª posição, com 40, a um do Cagliari, 11.º, com 41, e a dois do seu adversário de hoje, o Bolonha, que ocupa o 10.º lugar, com 42.

A Udinese marcou primeiro na receção à Sampdoria, por Kevin Lasagna, aos 37 minutos, mas a equipa visitante deu a volta e venceu por 3-1 com golos de Fabio Quagliarella, aos 45+1, Federico Bonazzoli, aos 84, e Manolo Gabbiadini, aos 90+3.

Com este triunfo, a Sampdoria amealhou três preciosos pontos na fuga aos lugares de despromoção e ultrapassou a Udinese na classificação, em que seguem, respetivamente, na 14.ª e 15.ª posição, embora com os mesmos 35 pontos.

Também na luta pela fuga aos lugares de despromoção, o Lecce conquistou um ponto em casa do Cagliari (0-0) e o Génova somou três na receção ao lanterna-vermelha SPAL (2-0), que está praticamente condenado à descida.

O Lecce ocupa o 18.º lugar, com 29 pontos, a um ponto do Génova (17.º), que é o primeiro clube acima da linha de despromoção, enquanto o SPAL é o último classificado, com 19. O Cagliari segue tranquilo na 11.ª posição, com 41 pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.