Antigo presidente da UEFA, Michel Platini, comentou a polémica que envolve Cristiano Ronaldo e a substituição no jogo frente ao AC Milan. À 'Agenzia Nazionale Stampa', Platini admitiu que considera normal a reação do internacional português.

"Não é uma mensagem errada ou negativa para as crianças que viram este comportamento, todos têm a sua própria susceptibilidade. É normal e humano ser incapaz de aceitar a substituição, ele pensou que poderia resolver o jogo. Tu achas que na minha Juventus Boniek poderia sair para deixar entrar, por exemplo, Prandelli, então defensa por um avançado, e isso não se falaria por vários dias"

Recorde-se que o avançado português saiu aos 55 minutos do clássico da Serie A frente ao AC Milan, cedendo o lugar a Paulo Dybala, que acabaria por marcar o golo do triunfo por 1-0, aos 77', e seguiu diretamente para o balneário, abandonando o estádio ainda antes de a partida terminar.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.