Gennaro Gattuso confirmou, esta terça-feira, que vai deixar o AC Milan no final da temporada, 18 meses depois de ter assumido o comando técnico dos rossoneri.

O técnico anunciou ainda que abdicou dos dois anos de contrato que ainda lhe restavam por amor ao clube.

"Decidi deixar o comando técnico do Milan. Não é fácil, mas é uma decisão que tenho de tomar. Não houve um momento específico, foi a soma de 18 meses a treinar uma equipa que, para mim, nunca será como as outra. Meses que vivi com grande paixão, inesquecíveis. É uma escolha dolorosa, mas pensada", disse Gattuso, citado pelo jornal La Repubblica.

"Se vou abdicar dos dois anos de contrato? Sim, porque a minha história com o Milan nunca será uma história de dinheiro", acrescentou.

Quem também está de saída dos rossoneri é Leonardo, que chegou a Itália em junho de 2018 para ser diretor desportivo do clube.

"Leonardo deu uma importante contribuição a ajudar o clube a seguir em frente", realçou o clube italiano em comunicado, sublinhando que o novo homem forte do futebol deverá ser conhecido em breve.

O AC Milan terminou a época na quinta posição da Liga italiana, falhando o acesso à Liga dos Campeões. Em 2019/20 vai disputar a Liga Europa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.