Em declarações ao diário desportivo “Gazzetta dello Sport”, Campana critica o número de jogadores estrangeiros no Calcio , os milhões gastos por jogadores inúteis e as oportunidades retiradas a jovens promessas italianas, “Jogadores estrangeiros inúteis têm estado a inundar o nosso campeonato há vários anos, levando os presidentes dos clubes a gastarem demasiado dinheiro e ocupando o lugar dos italianos, que normalmente até são melhores.”

O líder da Associação Italiana de futebolistas italianos vai mais longe e garante que vai fazer tudo para alterar a lei em vigor em Itália, “Vou propor a introdução de um limite de estrangeiros no regulamento. É legalmente possível, tanto para cidadãos não europeus como para os da União Europeia (EU). Temos de voltar ao passado, quando existia um verdadeiro limite para futebolistas estrangeiros.”

Desde a entrada em vigor da Lei Bosman em 1995 que não há restrições ao número de jogadores estrangeiros numa equipa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.