A Lazio conquistou hoje a quinta Supertaça italiana de futebol do seu historial, ao vencer por 3-1 a Juventus e infligindo a segunda derrota da época à formação na qual alinha o internacional português Cristiano Ronaldo, em Riade.

Numa reedição da Supertaça de 2017, os ‘laziale’, comandados por Simone Inzaghi, voltaram a superar os campeões italianos e detentores do troféu, tendo inaugurado o marcador aos 16 minutos, por intermédio do espanhol Luis Alberto.

Com Ronaldo a formar o trio ofensivo da ‘Juve’, juntamente com os argentinos Paulo Dybala e Gonzalo Higuaín, os ‘bianconeri’ conseguiram chegar ao empate em cima do intervalo, precisamente através de Dybala, aos 45 minutos, após defesa incompleta de Strakosha a remate do avançado luso.

Cristiano Ronaldo procurou o tento da reviravolta no segundo tempo, com um remate que passou perto do perto, mas acabaria por ser a formação romana a retomar o comando do marcador, graças ao ‘capitão’ Senad Lulic, aos 73 minutos.

Em tempo de compensação, e num lance que originou a expulsão do médio da Juventus Rodrigo Bentancur, a Lazio beneficiou de um livre direto, que Danilo Cataldi converteu de forma brilhante, aos 90+4 minutos, confirmando o triunfo e a conquista dos ‘laziale’.

Esta foi a quinta Supertaça decidida entre as duas equipas, sendo que a Lazio leva agora vantagem sobre a Juventus neste duelo particular, com três vitórias (1998, 2017 e 2019), contra duas dos ‘bianconeri’ (2013 e 2015).

Por outro lado, a equipa de Maurizio Sarri confirmou as dificuldades que tem sentido perante a Lazio, já que as duas derrotas averbadas esta época aconteceram precisamente diante dos romanos, a primeira das quais há duas semanas, também por 3-1, para a ‘Serie A’.

*artigo atualizado com mais informação

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.