Julen Lopetegui sublinhou na antevisão ao encontro da Supertaça Europeia entre Real Madrid e Atlético de Madrid que a sua equipa tem "a obrigação de ganhar tudo".

Em declarações ao site da UEFA, o técnico mostrou-se "encantado" que o seu primeiro jogo oficial com o Real Madrid seja uma final. "É um jogo contra um rival muito potente, complicado, que conhecemos bem e que, além disso, é vizinho", comentou o treinador do Real Madrid em referência ao Atlético.

"Não há mais pressão por ser contra o Atlético de Madrid. É uma final e é um título, e isso obriga e motiva-nos a todos. Temos a obrigação de ganhar tudo", destacou.

A respeito do desafio de tentar conseguir outra Liga dos Campeões, o técnico madridista explicou que o mais difícil é voltar a ganhar: "Fazê-lo além disso consciente da capacidade coletiva da equipa e tentando ser cada vez mais ambiciosa. O ADN do Real Madrid é esse, tanto de jogadores como de treinador".

Questionado sobre as primeiras sensações enquanto treinador do Real Madrid, Lopetegui qualificou-as de muito boas.

"O clube dá-nos todo o tipo de facilidades para que possamos desenvolver da melhor maneira o nosso trabalho, e nisso somos uns privilegiados", atirou.

Lopetegui falou também da sua passagem pelo Real Madrid quando era jogador. "Foi uma sorte desfrutar da parte mais importante, que foi a formação da pessoa e do jogador, e isso marca-te indiscutivelmente na sua carreira", aludindo a esse etapa.

Por último, definiu a sua filosofia de treinador e qual o Real Madrid que se verá esta época: "Vamos ser uma grande equipa, potencializar os aspectos coletivos e a qualidade individual em benefício de uma ideia coletiva e trabalhar por ela. Ter um padrão claro e definido que potencialize todas as qualidades individuais que, sem nenhum tipo de dúvida, os jogadores do Real Madrid têm".

Real Madrid e Atlético de Madrid defrontam-se esta quarta-feira em Tallinn, na Estónia, em jogo da Supertaça Europeia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.