Em prova estão todas as 16 equipas da Liga de Honra de futebol, entre as quais Penafiel e Carregado, promovidos a este escalão na sequência das despromoções do Vizela e Gondomar, por corrupção desportiva.

Os recursos dos dois clubes estão no Conselho Justiça, mas a LPFP aprovou - sob condição ao que vier a decidir o CJ - as candidaturas de Penafiel e Carregado à Honra, depois de aprovados os pressupostos financeiros.

A Taça da Liga, embora ainda sem equipas da primeira liga, marca o arranque da época. A primeira fase disputa-se numa eliminatória a duas mãos e da qual os oito vencedores garantem o acesso a uma segunda etapa, já com 10 equipas da Liga principal.

Num formato competitivo faseado, as equipas teoricamente mais fortes vão entrando gradualmente em prova, razão pela qual os melhores classificados da Liga principal - entre os quais FC Porto, Sporting e Benfica - só competem muito mais tarde.

Na segunda fase da Taça da Liga, em formato de grupos, encontram-se os oito apurados da Honra mais os 10 classificados entre os sétimo e 14.º lugares na liga principal da época anterior.

Finalmente, numa terceira fase, também em grupos, entram em acção seis equipas provenientes da segunda fase e as equipas que na última época se classificaram entre os primeiro e sexto lugares.

Na última época, esta fase de grupos deu azo a forte polémica, com Belenenses e Vitória de Guimarães a terminarem com o mesmo número de pontos e a reclamarem ambos a presença nas meias-finais da prova.

A Liga, no seu regulamento, previa um desempate por "goal-average", o que poderia significar o apuramento do Belenenses, mas, na verdade, a interpretação ia no sentido do organismo querer ilustrar a diferença entre golos marcados e sofridos.

O Belenenses reclamou a presença nas meias-finais - atribuída ao Guimarães -, mas o Conselho de Justiça da FPF rejeitou os dois recursos, justificando então "uma questão formal".

"Houve uma razão formal para rejeitar os recursos, porque estes foram dirigidos contra a directora executiva da Liga (Andreia Couto), quando ela não foi tida nem achada como autora dos actos impugnados", revelou na ocasião o CJ.

O órgão da FPF recomendou, no entanto, à Liga que retirasse dos seus regulamentos a expressão inglesa "goal average" e a substituísse pela diferença entre golos marcados e sofridos.

Já este mês, a LPFP publicou o novo regulamento, aprovado na AG de 29 de Junho, em que substitui as expressões no ponto 8 dos regulamentos, desaparecendo o termo "goal average".

A Taça da Liga vai para a sua terceira edição. O primeiro clube a conquistar o troféu foi o Vitória Setúbal, enquanto que o Benfica venceu na última época, numa final com arbitragem polémica de Lucílio Baptista.

As duas finais já disputadas da Taça da Liga disputaram-se ambas no Estádio do Algarve.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.