O Sporting da Covilhã segue para a segunda fase da Taça da Liga, depois de vencer o Varzim por 3-1, nas grandes penalidades, após um ‘nulo’ no fim do tempo regulamentar.

Na marca dos 11 metros, o lesionado Carlos Henriques defendeu o remate de Baba Sow, quando Luís Pedro já tinha atirado por cima e Stanley acertado na barra e, no penálti decisivo, Bonani atirou certeiro, num encontro em que os anfitriões atuaram desde os 68 minutos em inferioridade numérica devido à expulsão de Jaime Simões.

Logo aos dois minutos Bruno Bolas defendeu o remate de Pavlovsky e, no minuto seguinte, Adriano respondeu com um pontapé de fora da área que saiu a rasar o poste.

Stanley também cabeceou por cima da barra e os serranos voltaram a ripostar, quando num cruzamento de Silva Luís Pedro desviou para a própria baliza e obrigou à defesa de Isma.

Ao minuto 39, Carlos Henriques, que substituiu o lesionado Bruno Bolas, e também acabaria por se magoar e jogar o resto do encontro condicionado, não segurou a primeira investida de Stanley, mas acabou por afastar a recarga de Rui Coentrão.

Após o reatamento, o jogo tornou-se mais movimentado, com jogadas mais consequentes, embora com falta de acerto no último passe.

Ao minuto 68, o Sporting da Covilhã ficou reduzido a dez jogadores, quando Jaime Simões parou o remate de Baba Sow com a mão no limite da área e foi admoestado com o segundo cartão amarelo.

Paulo Alves procurou aproveitar a superioridade numérica, reforçando o ataque poveiro com Ricardo Barros e George, mas os ‘leões da serra’, organizados defensivamente, conseguiram levar a decisão para as grandes penalidades, depois de Stanley ter desperdiçado uma boa ocasião.

O Sporting da Covilhã vai agora defrontar o Famalicão na segunda fase da prova, em 03 de agosto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.