O Vitória de Guimarães emitiu esta quarta-feira um comunicado em que critica a atuação do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol. Em causa estão os processos sumários instaurados aos vimaranenses depois de os seus adeptos exibirem tarjas injuriosas no encontro com o FC Porto.

No comunicado fica a saber-se que "no passado dia 4 de fevereiro, o Vitória Sport Clube foi notificado da publicação dos processos sumários aplicados pela Secção Profissional do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, designadamente relativos aos jogos realizados no âmbito da Allianz CUP."

"De entre os factos que aí são imputados ao Vitória Sport Clube, e pelos quais é suscetível de vir a ser sancionado, consta a exibição de tarjas por parte dos seus adeptos com a inscrição de frases injuriosas contra a cidade de Guimarães, cujo teor nos dispensamos de reproduzir", pode ler-se.

"Este é, pois, o desfecho daquela que deveria ser a semana do futebol, marcada pelo tratamento diferenciado dos adeptos do Vitória Sport Clube face aos demais. Um tratamento somente justificado por uma obsessão inadmissível, e em tudo reprovável, de quem se espera isenção e responsabilidade", acusa o Vitória de Guimarães.

O clube explica ainda que "sobre este e outros eventos, igualmente reveladores do arbítrio denunciado, o Vitória Sport Clube continua a aguardar pelo devido esclarecimento, sem prejuízo da competente reação judicial."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.