Gonçalo Oliveira subiu 35 lugares e ocupa estas segunda-feira o 248.º lugar do ‘ranking’ mundial de ténis, a sua melhor classificação de sempre, depois de ter chegado às meias-finais do 'Challenger' de Poznan.

O portuense protagonizou a maior alteração na hierarquia entre os tenistas lusos, numa semana em que João Sousa subiu dois lugares, para o 61.º, Gastão Elias caiu 28, para o 167.º, e João Domingues permaneceu no 195.º

Frederico Silva e João Monteiro seguem nos 342.º e 343.º lugares, respetivamente.

O topo do ‘ranking’ continua a ser ocupado pelo britânico Andy Murray, seguido do espanhol Rafael Nadal e do suíço Roger Federer, sem que tivessem ocorrido mudanças nos 10 primeiros.

Na vertente feminina, a checa Karolina Pliskova ocupa o primeiro lugar pela segunda semana, à frente da romena Simona Halep e da alemã Angelique Kerber. A espanhola Garbiñe Muguruza, a ucraniana Elina Svitolina e a dinamarquesa Caroline Wozniacki subiram aos quarto, quinto e sexto lugares, beneficiando da ‘queda’ da britânica Johanna Konta para o sétimo.

Michelle Larcher de Brito continua a ser a portuguesa mais bem cotada, no 319.º posto, dois abaixo da semana passada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.