O Beira-Mar foi um dos protagonistas da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, ao eliminar o Marítimo, da Primeira Liga. A equipa do Campeonato de Portugal venceu por 5-4 nas grandes penalidades, depois de 2-2 nos 120 minutos. Ricardo Sousa, treinador do histórico emblema aveirense, mostrou o desejo de receber o Benfica ou o FC Porto, os dois 'grandes' que ainda restam, depois da eliminação do Sporting frente ao Alverca, do Campeonato de Portugal.

"Sei que receber o FC Porto ou Benfica ia resolver os problemas financeiros esta época, mas eu quero mais. Gostava de apanhar uma equipa pequena para continuar a ultrapassar eliminatórias. Espero que o sorteio seja generoso, mas seja contra quem fora, vamos ser um Beira-Mar que vai jogar olhos nos olhos", disse o técnico na conferência de imprensa. De recordar que Ricardo Sousa jogou no Beira-Mar e FC Porto, é filho de António Sousa, antigo craque dos 'dragões' e pai de Afonso Sousa, jogador dos sub-19 do FC Porto.

Sobre o jogo com Marítimo, Ricardo Sousa destacou a forma como a sua equipa encarou o adversário, jogando 'olhos nos olhos'.

"Era mais fácil chegar a este jogo com o Marítimo, colocar a equipa toda à frente da baliza, sair em contra-ataque e esperar um milagre. Mas nós fomos pressionantes, quisemos ter bola e chegámos a estar em cima do jogo. Quero dar os parabéns aos jogadores, mas eles têm de perceber que isto não chega. Quero mais", desejou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.