O Benfica não poupou críticas à arbitragem de Artur Soares Dias no jogo desta terça-feira com o Rio Ave, para a Taça de Portugal, que as 'águias' venceram por 3-2. Tiago Martins, que foi videoárbitro da partida na Luz, foi o principal visado no texto publicado na newsletter diária dos 'encarnados'.

O clube da Luz fala de uma "grande penalidade evidente que ficou por assinalar" no início da jogada do segundo golo dos vilacondenses, apontado por Mehdi Taremi.

"Consideramos inexplicável que sendo as imagens tão claras e tão obvias, o VAR não tenha intervindo em prol da verdade desportiva. O VAR, neste caso, foi Tiago Martins, o que nos leva questionar com compreensível ironia se, no caso em questão, estaria distraído à procura de moedas de cinco cêntimos para alegar escoriações, hematomas ou sabe-se lá que outras maleitas no peito", pode ler-se.

"Porém, distraído não estaria certamente passados alguns minutos, em que se percebeu, pela rápida decisão de Artur Soares Dias em rever o lance no monitor, que Tiago Martins pronta e solicitamente indicou um possível erro de análise numa grande penalidade assinalada... a favor do Benfica. Parabéns pela decisão acertada! Só é pena que acerte mais nuns casos que noutros", termina o emblema 'encarnado'

O caso referido pelo Benfica remonta a 28 de setembro, quando Tiago Martins foi atingido por uma moeda vinda das bancadas no final do jogo com o Vitória de Setúbal, no estádio da Luz, e que resultou numa multa no valor de 3188 euros para as 'águias'.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.