Declarações de Bruno Lage, treinador do Benfica, à Sport TV, após o triunfo sobre o Cova da Piedade (4-0), no Estádio Municipal José Martins Vieira, da terceira eliminatória da Taça de Portugal.

"Não coloco a segunda parte num nível melhor que a primeira. A equipa teve um comportamento sério ao longo dos 90 minutos, isso é que nos deixa felizes e realizados, era esta reentrada forte que queríamos."

"Tivemos várias oportunidades na primeira parte, com duas ou três situações de de jogadores isolados, e podíamos ter marcado mais cedo. O golo acabou por surgir quando assumimos uma linha de cinco a procurar tabelas para os interiores entrarem na cara do guarda-redes. Com o segundo golo e as alterações do Cova da Piedade, não direi que as coisas ficaram mais fáceis, mas acabámos por controlar naturalmente o jogo. A vitória é importante, mas mais importante foi a seriedade e o comportamento tático da equipa."

[Vinícius e Raul de Tomas no ataque] "As duplas são isso. Temos uma ideia do que queremos em termos coletivos e depois os que os jogadores podem trazer a nível individual. O coletivo vive da dinâmica de todos. O importante é que eles continuem a dar uma resposta como a de hoje."

[Sporting eliminado] "Qualquer um pode perder, mas o favoritismo não se altera. O Benfica é sempre favorito a chegar a final e a vencer independentemente do nível do adversário. Tínhamos era de trazer seriedade após paragem longa. Tiveram uma atitude tremenda e temos de dar continuidade a isto numa altura em que vamos jogar de três em três dias"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.