O Canelas 2010 garantiu a passagem inédita aos oitavos de final da Taça de Portugal de futebol, ao eliminar hoje o Pedras Salgadas nas grandes penalidades por 6-5, após o 0-0 no final do tempo regulamentar e prolongamento.

Sem golos ao longo de todo o encontro, que teve poucas oportunidades, a equipa de Vila Nova de Gaia superiorizou-se no desempate por grandes penalidades, vencendo por 6-5 no terreno da equipa do distrito de Vila Real.

A formação fundada em 2010 que compete no Campeonato de Portugal atingiu pela primeira vez os oitavos de final da ‘prova rainha’ do futebol português.

A equipa transmontana, também do terceiro escalão, não conseguiu aproveitar o ascendente que teve no primeiro tempo, no qual criou situações de perigo graças a saídas rápidas para o ataque, com registo para o remate de Assis (10 minutos) para defesa apertada de Matos e remate forte, mas por cima de Jussane (17).

O Canelas 2010, a apostar num jogo mais direto e à procura de servir os homens mais avançados, procurou o golo por Macaco (16) com um cabeceamento ao lado, e Fábio Rola (32) a rematar de meia distância à figura de Rui Capela.

A equipa gaiense surgiu mais forte na segunda parte, jogando mais tempo no meio campo contrário e impondo-se fisicamente, mas continuou a sentir dificuldades para criar oportunidades de golo, o que levou o encontro para o prolongamento.

Com o agravar das condições climatéricas, com a chuva a juntar-se ao frio intenso, as equipas sentiram dificuldades para jogarem, mas os visitantes mantiveram o ascendente.

Fábio Rola tentou de longe (109) e Penantes, servido por Rola, na grande área (112), viram Rui Capela fazer duas intervenções decisivas, enquanto na área contrária a bola foi ao braço de William (112), mas o árbitro João Pinho deixou seguir considerando não haver motivos para grande penalidade, apesar dos protestos da equipa da casa.

Jogo no Estádio da Portelinha, em Pedras Salgadas.

Pedras Salgadas – Canelas 2010, 0-0 após prolongamento, 5-6 no desempate por grandes penalidades.

Ao intervalo: 0-0.

No final do tempo regulamentar: 0-0.

No final da primeira parte do prolongamento: 0-0.

No final do prolongamento: 0-0.

Marcadores nos desempates por grandes penalidades:

0-1, Odaílson.

1-1, Marcelo.

1-2, Chico.

1-2, Diogo Lopes (defesa do guarda-redes).

1-3, Fábio Rola.

2-3, Zé Santos.

2-4, Borges.

3-4, Assis.

3-4, William (por cima).

4-4, Fábio Carvalho.

4-5, Bruno Costa.

5-5, Mateus.

5-6, Luís Simão.

5-6, Pedro Silva (por cima).

Equipas:

- Pedras Salgadas: Rui Capela, David, Rui Rampa, Zé Santos, Assis, Marcelo, André Sousa (Pedro Silva, 88), Ruca (Mateus, 105+2), Jorge Chula (Fábio Carvalho, 82), Rafa e Jussane (Diogo Lopes, 65).

(Suplentes: Hugo Silva, Pedro Silva, Musa, Mateus, André Rego, Diogo Lopes e Fábio Carvalho).

Treinador: Ricardo Teixeira

- Canelas 2010: Matos, Luís Simão, William, Nando, David Santos, Manuel Pami (Odaílson, 118), Borges, Samu (Bruno Costa, 78), Fábio Rola, Baba Zakari (Penantes, 69) e Macaco (Chico, 46).

(Suplentes: Raphael Melo, Odailson, Chico, Bruno Costa, Rafa, Penantes e Leonardo).

Treinador: Tiago Margarido.

Árbitro: João Pinho (AF Aveiro).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para David Santos (27), Borges (66), Rui Rampa (69), Manuel Pami (71) e Fábio Rola (116).

Assistência: cerca de 500 espetadores.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.