A semana conturbada que tem agitado a vida do Sporting não parece ter afetado em nada a festa que antecede a final da Taça de Portugal em futebol e que transforma a mata do Jamor num espaço de convívio e piqueniques.

O jogo da final da Taça de Portugal só tem início marcado para as 17h15, mas a festa, essa, começou bem cedo para alguns. Que o digam os adeptos do Desportivo das Aves, muitos deles de pé desde a noite de sábado.

Milhares de avenses partiram de madrugada da pequena vila do concelho de Santo Tirso, mas a longa viagem não causou mossa. “Pelo Aves vale tudo”, dizem.

Os adeptos do Aves montaram arrais desde cedo na Mata do Jamor, e vão fazendo a festa com os tradicionais comes e bebes antes de ver a sua equipa pela primeira vez na final do Jamor. Uma estreia também para muitos destes adeptos.

Os festejos são rijos e a música que vem do sistema de som instalado no estádio do Jamor ajuda a manter a animação em alta. E os festejos continuam mesmo que a equipa perca contra o Sporting.

E caso a equipa da Vila das Aves vença os festejos prolongam-se pela noite dentro, mesmo sabendo que amanhã é dia de trabalho.

Do lado dos adeptos do Sporting, a semana conturbada parece não ter tirado ânimo aos ‘leões’ que se mostram confiantes na conquista a Taça de Portugal.

O encontro entre adeptos das duas equipa é inevitável, mas o convívio desta que é a festa do povo sobrepõe-se a qualquer rivalidade.

Por volta das 19:00, caso não haja prolongamento, será conhecido o vencedor da 78.ª edição da Taça de Portugal, que pode fazer o Desportivo das Aves entrar na lista de vencedores, ou desempatar a luta entre Sporting e FC Porto, empatados no segundo lugar do palmarés, que somam 16 troféus cada um, menos dez do que Benfica, líder.

A festa continuará então para um dos lados, primeiro nas imediações do estádio, e depois mais a norte ou um pouco por todo o país.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.