O FC Porto empatou, esta terça-feira, com o Académico de Viseu a um golo, em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, disputado no Estádio do Fontelo, em Viseu.

Os golos surgiram apenas no segundo tempo, com Zé Luís a marcar primeiro para os azuis e brancos, aos 59 minutos, mas João Mário estabeleceu a igualada (70’) para a formação da casa, empurrando a decisão para o jogo da segunda mão, que se disputará na próxima quarta-feira, dia 12, no Dragão.

Em relação à goleada imposta ao Vitória de Setúbal, Sérgio Conceição promoveu oito mudanças no onze inicial portista, mantendo-se apenas Manafá, Mbemba e Luís Diaz como titulares.

Os primeiros minutos em Viseu foram muito amenos e o nulo no marcador perdurou até ao apito para o intervalo, com o resultado a explicar-se pela ausência de oportunidades claras de golo de ambos os lados.

Os golos surgiram apenas na etapa complementar, com o FC Porto a marcar primeiro, aos 59 minutos. Vítor Ferreira, um dos melhores em campo, recuperou a bola e serviu Zé Luís que, perante a saída de Ricardo Fernandes, atirou fora do alcance do guarda-redes, inaugurando o marcador.

Já com Luis Díaz de fora e Nakajima em ação, a equipa de Viseu conseguiu o empate onze minutos depois. A jogada começou no lado direito, com um cruzamento para a grande área, e João Mário, oportuno, cabeceou para o golo do empate. O lance foi depois escrutinado pelo VAR que acabou por validar o lance.

Claramente insatisfeito com o resultado, Sérgio Conceição fez mais duas alterações: fazendo sair Marega e Zé Luís para as entradas de Soares e Corona.

O jogo da segunda mão da meia-final da Taça de Portugal está agendado para quarta-feira, dia 12 de fevereiro, às 20:45, no Porto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.