A 25 de maio de 2019, há precisamente um ano, o Sporting batia o FC Porto no Estádio nacional, no Jamor, na final da Taça de Portugal, conquistando assim o troféu pela 18.ª vez na sua história.

Um triunfo suado, que só chegou no desempate por pontapés da marca de grande penalidade, depois de um empate a duas bolas ao fim de 120 minutos, mas que terá tido um sabor ainda mais especial para alguns jogadores leoninos, por ter acontecido um ano depois de, no mesmo palco, se terem visto derrotados pelo Desportivo das Aves numa final da Taça de Portugal ocorrida ainda no rescaldo dos ataques à Academia de Alcochete.

"Foi um momento muito especial e muito forte. Foram todos celebrar e eu fiquei no meio-campo em lágrimas. Foi o aliviar de toda a pressão que tivemos. Passou-me isso pela cabeça e comecei a chorar. Não podíamos baixar a cabeça e eu sempre quis ganhar aquela Taça", afirmou o defesa central francês.

Já o brasileiro Wendel lembrou a alegria partilhada com os adeptos no momento do triunfo. "Ficámos todos muito felizes e os adeptos também. Foi muito sofrida. Representou muita coisa para mim e para o Sporting também. Precisávamos muito desse título, corremos atrás e sofremos um golo no final, porém não desistimos. A festa foi muito linda, gostei muito de ver e espero conquistar mais títulos", sublinhou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.