O treinador do Vitória de Guimarães, Luís Castro, fez esta segunda-feira a antevisão do jogo desta terça-feira da Taça de Portugal frente ao Benfica. O treinador dos 'vimaranenses' espera um encontro difícil e recusou a ideia de eleger favoritos num jogo que será a eliminar.

"É sempre melhor frente aos nossos adeptos do que jogar. fora de casa. Tudo se vai decidir aqui. Sentimo-nos extremamente confortáveis em casa. Olhamos sempre para cada eliminatória com a intenção de seguir em frente. Vamos estar todos muito empenhados nisso. Queremos alcançar as meias-finais. É um dos objetivos para esta época", começou por dizer o técnico, antes de falar sobre o efeito de Bruno Lage no Benfica.

"Não sei o que pode sentir o Benfica com ele [Bruno Lage]. Só os jogadores podem dizer isso. Só posso dizer o que sinto da minha equipa. Irradia-me confiança a cada jogo que passo. Vivo com os meus sentimentos e os sentimentos dos meus jogadores. Com Jesus, Vitória e Lage, o Benfica será sempre uma equipa forte. É com isso que contamos", disse, antes de falar da tática utilizada pelo clube da Luz.

“O Benfica apresenta o modelo de 4x3x3 com João Félix junto de Seferovic, numa dinâmica diferente do passado. Com dois alas, Salvio e Cervi, mais o Fejsa e o Gedson, mas tudo isto é futurologia que estou a fazer, a partir de uma análise que fazemos ao adversário”, analisou.

Depois de ter eliminado Valenciano (7-0), União da Madeira (2-0) e Boavista (1-0) na’?prova rainha' do futebol nacional, a formação vitoriana vai receber a turma da Luz e o seu técnico realçou o compromisso dos jogadores para vencerem uma "final" contra um adversário que ganhou os dois primeiros jogos ao ‘leme' do novo treinador, Bruno Lage - Rio Ave (4-2) e Santa Clara (2-0), para a I Liga.

“Estamos muito moralizados pelo que fizemos no último jogo [com o Moreirense] e em conseguir de novo o quinto lugar [na I Liga]. Isso motivou-nos muito. Como está o Benfica com as vitórias ou não, não sei. Só o Bruno [Lage] o pode dizer. A minha equipa está muito animada com o jogo e quer muito que ele chegue, para o tentarmos ultrapassar com sucesso", disse, na conferência de antevisão à partida marcada para as 20:45, em Guimarães.

Forçado a alterar o ‘onze', em virtude da expulsão do médio Tozé, no último jogo para o campeonato, com o Moreirense (triunfo por 1-0), Luís Castro confirmou apenas que Miguel Silva vai ser titular na baliza, não tendo revelado mais nenhuma opção, numa altura em que André André e Alexandre Guedes estão em dúvida.

Vitorianos e benfiquistas vão encontrar-se de novo na sexta-feira, também em Guimarães, para a 18.ª jornada do campeonato, e Luís Castro reconheceu que a partida da Taça de Portugal vai ter impacto "mental e físico" no jogo do campeonato, apesar de ter reiterado que a sua equipa está, por ora, concentrada apenas no jogo de terça-feira.

Questionado ainda sobre o duelo da primeira volta entre as duas equipas - o Benfica esteve a vencer por 3-0, mas o Vitória fixou o resultado em 3-2 -, o treinador considerou que jogos indicam o que é que é possível no futebol, quando se apela à "vontade e à determinação".

“Isso não vai condicionar nada em termos estratégicos, só em termos de dimensão física e mental. Mas estamos muito focados na nossa intenção de ganhar amanhã. Na nossa cabeça só está, para já, o jogo da Taça, ainda não pensamos no jogo do campeonato”, referiu.

Luís Castro disse ainda, já no final, que consideram não existirem favoritos para o jogo desta terça-feira.

“Num jogo de campeonato há sempre tempo para retificar. Um jogo de eliminatória é encarado como uma final. Não há forma de retificar resultados. E não há melhor forma de gerir um jogo destes do que vencer, é isso que vamos tentar fazer no jogo de amanhã, com algumas alterações no onze inicial. Há jogos que são indicadores perfeitos para nos percebermos ate que ponto podemos mudar”, disse, antes de falar da questão do favoritismo: “Num jogo a eliminar não gosto de eleger um favorito. Tudo pode acontecer. Temos que nos atirar para esse jogo com toda a nossa qualidade e convicção. São duas equipas que vão lutar pelo mesmo, que quererem ganhar, pelo que não há favoritos”.

O Vitória de Guimarães recebe o Benfica às 20:45 de terça-feira, para os quartos de final da Taça de Portugal, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.