O atirador português João Paulo Azevedo afirmou hoje ter as expectativas altas para a sua primeira participação em Jogos Olímpicos e afastou qualquer tipo de medo para lutar com outras potências em Tóquio2020.

“Expectativas são sempre altas. Já ganhámos aos atletas que vão lá estar e não há que ter medo”, revelou o atleta luso de tiro com armas de caça.

À margem do encontro nacional de aletas olímpicos, que decorreu numa unidade hoteleira, em Sintra, João Paulo Azevedo, que garantiu a vaga olímpica na Finlândia em setembro, frisou a importância de continuar a trabalhar da mesma forma.

“Vamos continuar a trabalhar igual, não podemos parar. O que trabalhámos foi muito, os jogos ainda são mais importantes. O tempo na minha modalidade não ajuda muito, temos várias saídas do país em competição e treinos com o selecionador nacional”, explicou.

A cerca de oito meses dos Jogos Olímpicos, Portugal conta com 28 lugares conquistados, entre atletas qualificados e quotas adquiridas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.