A qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio2020 decorrerá até 29 de junho de 2021, indicou o Comité Olímpico Internacional (COI), depois da covid-19 obrigar ao adiamento da competição, entre 23 de julho e 08 de agosto.

“As federações internacionais (FI) são livres de definir os seus próprios prazos de qualificação, desde que não ultrapassem o dia definido pelo COI, que determinou também que o prazo de inscrições dos atletas participantes nos Jogos Olímpicos terminará em 05 de julho de 2021”, esclareceu o Comité Olímpico de Portugal (COP), no seu site.

Segundo o COP, o COI pretende ter a adaptação dos sistemas de qualificação finalizada até meados de abril e permitirá, no caso das qualificações por ranking, que as federações internacionais definam datas-limite para a hierarquização final desses rankings.

No respeito do princípio de que todos os atletas que atingiram a qualificação para Tóquio 2020 mantêm a qualificação em 2021, as federações internacionais poderão igualmente estender o critério de elegibilidade da idade por mais um ano.

Ou seja, os atletas com idade para competir em 2020 poderão continuar a fazê-lo em 2021, a não ser que estejam em causa riscos para a segurança ou a saúde desses atletas.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 54 mil. Dos casos de infeção, cerca de 200.000 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia, e o continente europeu é neste momento o mais atingido, com cerca de 560 mil infetados e perto de 39 mil mortos.

Em Portugal, que está em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 17 de abril, registaram-se 246 mortes e 9.886 casos de infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.