A maratona nos Jogos Paralímpicos permanecerá em Tóquio, confirmou hoje o presidente do Comité Paralímpico Internacional (IPC), depois de reuniões com a organização e a indicação de que o calor não será um problema.

Parsons indicou que na data da maratona, em 06 de setembro, os dados mostram que o calor e a humidade não serão um problema, ao contrário do que se prevê para agosto, o que levou à mudança das maratonas olímpicas para o norte do Japão, em Sapporo.

Outro aspeto importante para o presidente do Comité Paralímpico é a vontade dos atletas, que pretendem permanecer em Tóquio.

“Quando falámos com os atletas em relação à maratona de Tóquio, a resposta geral foi que querem permanecer em Tóquio. Com muitos atletas a competirem também em provas de pista durante os Jogos, uma mudança seria de logística difícil”, disse o responsável.

O dirigente esclareceu, porém, que a “saúde e o bem-estar dos atletas são uma prioridade em todos os momentos” e que, por isso, foi vital analisar os dados relevantes e falar com os atletas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.