A seleção masculina de Hong Kong e a equipa feminina da Coreia do Sul de ténis de mesa asseguraram, este domingo, as últimas vagas para Tóquio2020, impondo-se na repescagem da qualificação olímpica decorrida em Gondomar.

No encontro decisivo da segunda fase, Hong Kong, 10.º cabeça de série, derrotou a República Checa, 16.º pré-designado, por 3-0, depois de ter sido afastado pela Sérvia na ronda principal (2-3), somando triunfos posteriores sobre Polónia (3-1) e Eslováquia (3-0).

Hong Kong juntou-se a Coreia do Sul, Eslovénia, Croácia, Suécia, França, Sérvia, Portugal e Taipé no lote de seleções masculinas que carimbaram no norte do país o passaporte para Tóquio, onde também irão estar os campeões continentais Alemanha, Egito, China, Estados Unidos, Brasil e Austrália, além do anfitrião Japão.

Tiago Apolónia, Marcos Freitas, João Monteiro, João Geraldo e Diogo Carvalho garantiram na sexta-feira a terceira presença lusa consecutiva nos Jogos Olímpicos, após vitórias incontestáveis no ‘main round' sobre Ucrânia (21.º) e Bélgica (12.º), por duplo 3-0.

Depois de terem participado em Pequim2008, Londres2012 e Rio2016, os pupilos do chinês Kong Guoping, coadjuvado por Francisco Santos, procuram melhorar o quinto lugar obtido em solo inglês, na melhor prestação de sempre do ténis de mesa português.

Além da presença no torneio por equipas masculinas, as ‘quinas' receberam ainda uma quota de dois atletas para o evento de singulares, no qual estará a luso-chinesa Fu Yu, medalha de ouro nos Jogos Europeus 2019, ao contrário da seleção feminina.

A 13.ª na hierarquia, composta por Fu Yu, Jieni Shao, Xue Luo, Leila Oliveira e Rita Fins, sob orientação da chinesa Xie Juan, falhou no sábado a presença inédita nos Jogos Olímpicos, ao perder com a França (18.ª) na repescagem, dois dias após ter escorregado diante da Hungria (7.ª), ambos por 1-3, na ronda principal.

Sorte distinta tiveram Hong Kong, Áustria, Polónia, Coreia do Norte, Singapura, Hungria, Roménia e Taipé, que conquistaram a vaga no ‘main round', acompanhando o Japão e as campeãs continentais Alemanha, Egito, China, Estados Unidos, Brasil e Austrália.

Eliminada inicialmente pela Coreia do Norte (1-3), a Coreia do Sul, quarta pré-designada, precisou da segunda fase para garantir a viagem até Tóquio, derrotando na final a França, por 3-1, no seguimento de vitórias sobre Ucrânia (3-1) e Espanha (3-0).

O torneio de qualificação olímpica por equipas de ténis de mesa apurou nove seleções em cada género para os Jogos Olímpicos 2020 e decorreu desde quarta-feira até hoje no Pavilhão Multiusos de Gondomar.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.