O Petro de Luanda revalidou o título de campeão africano de clubes de andebol, ao derrotar o arquirrival 1º de Agosto por 29-23.

Na final que se disputou em Tânger, Marrocos, a 1ª parte ficou marcada pelo equilíbrio. Ao intervalo, o 1º de Agosto vencia por um golo de diferença (12-11).

Mas no segundo tempo as raparigas do Petro puxaram dos galões e impuseram-se na defesa e no ataque, não dando hipóteses às jogadoras do 1º de Agosto, orientadas por Paulo Pereira. Com dez minutos disputados no 2º tempo, já o Petro vencia por sete bolas de diferença, numa altura em que marcou dez golos, contra dois do D´Agosto.

O Petro foi aumentando a vantagem até ao apito final, com o D´Agosto sem argumentos para travar o arquirrival. Vitória por 29-23, que dá o 18º título africano ao Petro, o 16 consecutivo, numa prova onde as "petrolíferas" tem sido rainhas.

Na final masculina, entre duas equipas egípcias, o El Ahly bateu o Zamalek por 21-17, com 10-9 ao intervalo. O Petro, único representante angolano, desiludiu e muito, tendo ficado na 10ª posição, longe do terceiro posto alcançado há dois anos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.