A seleção portuguesa de andebol procura este domingo dar mais um passo em direção ao objetivo de se qualificar para a ronda principal do Euro2020, ao defrontar a Bósnia-Herzegovina na segunda jornada do grupo D da fase preliminar.

Portugal, que venceu na sexta-feira a França por 28-25, até pode assegurar já hoje o apuramento na cidade norueguesa de Trondheim, caso se imponha à estreante seleção dos Balcãs e os franceses, campeões europeus em 2006, 2010 e 2014, percam ou empatem com a anfitriã Noruega.

O selecionador Paulo Pereira tem a totalidade do grupo de 18 jogadores convocados disponível para o encontro com os bósnios, que perderam na ronda inaugural com os noruegueses, por 32-26, e poderão ficar afastados da segunda fase do torneio em caso de novo desaire, aliado a um empate ou a um triunfo norueguês no outro jogo do grupo.

A equipa das 'quinas’ defronta pela terceira vez a Bósnia (um triunfo para cada lado) no pavilhão Trondheim Spectrum, a partir das 16:00 (menos uma hora em Lisboa), antes de a Noruega, vice-campeã mundial em exercício, jogar com a França, medalha de bronze no último Campeonato do Mundo.

Após 14 anos de ausência, Portugal disputa pela sexta vez a fase final do Europeu - no qual tem como melhor resultado o sétimo lugar alcançado em 2000, na Croácia -, encerrando a participação na fase preliminar da prova na terça-feira, frente à Noruega, em Trondheim.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.