O guarda-redes de andebol do Sporting comentou o histórico apuramento dos leões para a fase de grupos da Taça EHF e mostrou-se confiante para um bom desempenho na Europa.

Em entrevista ao diário O Jogo, Ricardo Candeias falou da saída do Benfica, o regresso à seleção e o bom desempenho do Sporting nas competições europeias onde integra o Grupo B da Taça EHF com equipas como Montpellier (França), Skjern (Dinamarca) e o Zomimak (Macedónia).

O desafio é elevado, mas o guardião leonino acredita que é possível: «Depende muito do que fizermos em casa. Se vencermos esses jogos, podemos pensar em passar à fase seguinte. Vamos ter três equipas muito boas e com um ritmo muito forte», afirmou Ricardo Candeias.

«É muito bom para o desenvolvimento dos jogadores e aprende-se mais depressa quando se joga com equipas de outro patamar. Foi pena também o Benfica não ter entrado na fase de grupos», disse Ricardo Candeias sobre a importância dos clubes portugueses participarem nas competições europeias.

«O FC Porto teve algumas lesões graves e espero que isso não aconteça connosco. Com muitos jogadores já é difícil jogar contra estas equipas com menos ainda mais complicado se torna», acrescentou o guarda-redes leonino que contraiu uma grave lesão na época passada.

Sobre a saída do Benfica, Ricardo Candeias não se mostrou magoado com o emblema da Luz.

«Não saio magoado do Benfica. Foi apenas um ciclo que se fechou. A vida continua e, felizmente, estou num clube onde fui bem recebido e com as mesmas ambições de lutar por títulos», frisou o guarda-redes que também já representou o FC Porto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.