A Noruega, finalista do último Mundial de andebol, fez-se valer do estatuto de favorita e venceu por 32-26 a estreante Bósnia-Herzegovina, em jogo da primeira jornada do grupo D do Euro2020, no qual divide a liderança com Portugal.

Em Trondheim, a formação nórdica, uma das anfitriãs do Europeu, teve de fazer face ao equilíbrio que os bósnios impuseram até perto dos 20 minutos do encontro. O empate 9-9 que se registava ia confirmando a boa resposta da Bósnia, só que, a partir daí, os noruegueses não mais permitiram veleidades e chegaram ao intervalo a vencer por 17-12.

No segundo tempo, o avolumar do marcador foi uma constante, ainda que o conjunto bósnio tenha conseguido amenizar a diferença nos últimos 10 minutos do jogo, com sete golos marcados nessa fase final.

Sander Sagosen revelou-se a principal ‘arma’ atacante dos vice-campeões mundiais, ele que é um central e que marcou 12 golos no encontro, registando 86% de eficácia.

A Noruega divide a liderança do grupo D com Portugal, que, pouco antes, também no pavilhão Trondheim Spectrum, teve uma estreia de ‘sonho’, ao vencer a França, por 28-25, no regresso luso a um Europeu 14 anos depois.

No domingo, Portugal defronta a Bósnia-Herzegovina, na segunda jornada, enquanto a França terá pela frente a Noruega.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.