A seleção portuguesa feminina de andebol de sub-19 perdeu hoje por 25-24 com a Suécia, em Gyor, e terminou no 14.º lugar o Europeu2019, que no domingo irá decidir o título entre a anfitriã Hungria e a Holanda.

Portugal não conseguiu repetir o triunfo alcançado na fase de grupos (24-19), e perdeu pela margem mínima de um golo (25-24), numa partida em que foi para o intervalo a vencer por 10-09, após recuperar de uma desvantagem de dois (05-03).

No segundo tempo, a Suécia recuperou novamente a liderança, aos 14-13, e apesar da reação lusa, que empatou a 15-15, a formação sueca mostrou-se mais forte na defesa e manteve-se a liderar a partida até ao final.

No último minuto de jogo, Portugal reduziu até à diferença mínima, mas já não conseguiu evitar a derrota, por tangencial 25-24, despedindo-se do Europeu2019 no 14º lugar.

Joana Resende, com 9 golos, foi a melhor marcadora de Portugal e foi, também, considerada a jogadora mais valiosa (MVP) da partida.

“Foi um jogo difícil, onde não estivemos ao nosso melhor nível tanto na defesa como no ataque. Não fomos capazes de superar as dificuldades que encontrámos e isso ditou o resultado final”, admitiu a treinadora Aldina Sofia.

A treinador lusa, que foi presenteada antes do início do jogo pela Federação Europeia de Andebol (EHF), com uma lembrança a assinalar o seu papel no desenvolvimento do andebol feminino, disse que a seleção não ficou contente com o 14º lugar, porque “tinha equipa para alcançar melhor”.

A participação portuguesa em Gyor não encerra aqui, uma vez que as árbitras Marta Sá e Vânia Sá vão dirigir no domingo a partida que decide a medalha de bronze, a disputar entre as seleções da Noruega e da Rússia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.