Este sábado, às 03h da madrugada de sábado para domingo, será o regresso do irlandês Conor McGregor ao UFC, depois da pesada derrota, por submissão, que sofreu diante do russo Khabib Nurmagomedov. O rival deste fim de semana será o norte-americano Donald "Cowboy" Cerrone , um lutador experiente e habituado a estas andanças.

Para tentar descentralizar seu rival, Cerrone usará um protetor bucal específico para o combate, que será realizado na T-Mobile Arena, em Las Vegas, com uma imagem de um cowboy desferir um golpe a um duende irlandês.

O protetor bucal de Cowboy Cerrone
O protetor bucal de Cowboy Cerrone

Cerrone está em fase final de carreira, tanto que nas duas últimas aparições ele foi derrotado por KO: em junho contra Tony Ferguson e em setembro perante Justin Gaethje. No total, ele tem um recorde de 36 vitórias e 13 derrotas, fazendo parte do UFC desde 2011.

Opinião: Conor McGregor, versão 2020
Opinião: Conor McGregor, versão 2020
Ver artigo

Do outro lado, McGregor encara esta luta como uma passagem para defrontar rivais mais fortes. O irlandês já está com a cabeça no seu próximo objetivo, que é Khabib Nurmagomedov , como disse o presidente do UFC Dana White.

“Conor quer lutar três vezes em 2020. Caso vença Cerrone, a sua próxima luta poderá ser contra Khabib. O lema dele é: 'Lutarei contra o Cowboy, vencerei o Cowboy e estarei pronto para lutar com Khabib'".

O seu agente, Owen Roddy, não apenas confirmou essa informação, mas também revelou que o outro oponente que ele quer combater é Jorge Masvidal , autor do KO mais rápido e mais violento dos últimos tempos, que, em novembro, venceu Nate Díaz .

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.