Portugal volta a receber o Open de Judo masculino no Pavilhão Multiusos de Odivelas, no próximo fim de semana, numa competição com 39 judocas portugueses em ação, mas sem os nomes lusos mais fortes na modalidade.

O olímpico Jorge Fonseca estará desta vez fora dos ‘tatamis’, numa prova em que é o ‘padrinho’ do Open, que não terá também judocas como Sergiu Oleinic, Jorge Fernandes, Nuno Saraiva, João Crisóstomo, Anri Egutidze ou Nuno Saraiva, habituais internacionais.

“Um dos grandes objetivos desta competição passa por os nossos atletas mais jovens ou menos cotados fazerem o maior número possível de combates, tentando ganhar experiência. Esperamos uma grande entrega de todos”, disse hoje na apresentação o treinador Pedro Soares.

O antigo judoca, que recentemente levou o Sporting à conquista do título europeu de clubes e que assumiu funções na seleção nacional, lembrou que o Open de Odivelas é uma “prova de grande nível, com judocas muitos fortes”, e que é preciso ser realista.

“Os nossos atletas que lutam pela classificação olímpica não vão estar presentes, por isso, mesmo sendo o país anfitrião, não podemos ambicionar as medalhas. Chegar a esse patamar seria superar as expectativas”, justificou Pedro Soares.

Em Odivelas, competição que antecede o Grand Slam de Paris (09 e 10 de fevereiro), um dos torneios mais importantes do calendário internacionais do judo, são esperados 231 judocas, em representação de 35 países.

Como país anfitrião, a maior delegação é portuguesa, com 39 judocas, seguida de França, com 35, Espanha, com 34, e Itália, com 10, que irão competir sábado e domingo em sete categorias de peso (-60 kg, -66 kg, -73 kg, -81 kg, -90 kg, -100 kg e +100 kg).

Judocas portugueses convocados:

-60 kg: Alexandre Silva, André Diogo, Emanuel Martins, Felipe Cruz, João Abreu, Leandro Cresol e Rui Nobre.

-66 kg: André Soares, Bernardo Serra, David Reis, Bruno Barros, Fábio Borges e Rodrigo Lopes.

-73 kg: Francisco Castelo Branco, Francisco Costa, João Fernando, Moisés Soares, Nuno Esteves, Pedro Guarinho e Henrique Lopes.

-81 kg: Carlos Luz, Dorin Paladin, Manuel Rodrigues, Miguel Alves, Pedro Horta e Steve Castanheira.

-90 kg: Carlos Figueiredo, Guilherme Salvador, Marco Pereira. Pedro Folgado, Rodrigo Boavida e Tiago Rodrigues.

-100 kg: Ailton Cardoso, Alexandre Teodósio, Bruno Araújo, João Pires e Pedro Silva.

+100 kg: Diogo Silva e Vasco Rompão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.