Diretamente dos Estados Unidos, chega uma história incrível de superação e uma amostra de como a tecnologia pode ajudar vidas.

Uma veterana da guerra do Vietname, com 65 anos, completou na passada semana a maratona de Nova Iorque. O feito ganha outra grandeza quando sabemos que Terry Vereline sofre de paralisia.

Com a ajuda de um exo-esqueleto, Vereline demorou três dias a completar os 42 quilómetros, tendo começado a maratona dois dias antes, a 1 de novembro, e terminado no dia da prova, a 3 de novembro.

"Estava em êxtase. Foi um misto de emoções. Boas emas. Boas porque estava a fazer algo que nunca pensei que ia conseguir e triste por aqueles que não conseguem. Espero que no futuro tenhamos mais aparelhos destes para por as pessoas a conseguirem mover-se. Especialmente as crianças", afirmou Terry em entrevista ao canal norte-americana CBS NEWS, deixando ainda uma mensagem aqueles que possam sofrer das mesmas dificuldades.

"Não desistam. As coisas que fazia antes de ficar paralisada, ainda as consigo fazer. Só tive de arranjar outra forma de as fazer", afirmou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.