A Associação Provincial de Atletismo do Bengo (APAB) enfrenta sérias dificuldades na realização das suas atividades devido à falta de instalações, revelou o presidente do organismo, Ventura Neto, esta quarta-feira.

"À Associação Provincial foi dada a garantia de uma instalação pelo diretor do Gabinete Provincial da Juventude e Desportos. Já lá vai quase um mês e não temos instalações", lamentou o dirigente.

Ventura Neto mostrou-se desapontado com a situação, algo que belisca, de certa forma, o desenvolvimento da modalidade naquela província. Não revelou, no entanto, como e onde têm sido tratados os assuntos da associação.

Massificação, competição, formação de atletas, treinadores, árbitros e dirigentes da modalidade fazem parte das linhas de força da Associação Provincial de Atletismo do Bengo, que agora vê a sua atividade posta em causa.

"Mas não é só o atletismo que está nesta situação. São quase todas as modalidades", acrescentou o dirigente.

Entre as modalidades que não possuem instalações para desenvolver os seus trabalhos, destaque para a Federação Angolana de Ténis (FAT), que realiza os encontros numa das unidades hoteleiras de Luanda.

Também é do conhecimento público que nas 18 províncias do país, existem dezenas de infraestruturas desportivas abandonadas e degradadas por falta de manutenção, a maioria terá sido construída de raiz há menos de 15 anos. Realce para os estádios que acolheram o CAN 2010: Estádio da Tundavala, na província da Huíla, Estádio de Ombaka, em Benguela e Chiazi na província de Cabinda.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.