A portuguesa Telma Monteiro lamentou hoje que a derrota frente à brasileira Rafaela Silva, atual campeã olímpica, no terceiro combate da competição de -57 kg, “tenha terminado cedo” a sua competição no Mundial de judo, em Tóquio.

“Não quero saber quantas medalhas tenho, eu quero sempre mais, todos os dias é uma oportunidade para chegar ao topo e hoje a minha mentalidade não foi diferente”, desabafou Telma Monteiro nas redes sociais.

A judoca do Benfica, medalha de bronze no Rio2016, perdeu por ippon diante da atual campeã olímpica, campeã do mundo em 2013 e vice em 2011 por ippon, após 3.36 minutos de combate.

“Amo lutar, alimento-me de pressão, o meu coração e minha mente têm o poder de uma besta. Mas dói, claro. Dói porque senti que poderia fazer mais”, reconheceu a atleta, acrescentando que é no tapete que se sente bem e esse é o seu lugar.

Antes, Telma Monteiro, que conquistou quatro medalhas de prata e uma de bronze em Mundiais, venceu por ippon os dois primeiros combates, diante da filipina Rena Furukawa, em 3.31 minutos, e da britânica Lele Nairne, em 2.07.

“Comecei o dia a sentir-me bem e motivada. Ganhei dois combates e perdi antes dos quartos de final, por isso não entrei na repescagem. Eu quero sempre projetar, esse é o meu espírito e hoje paguei por isso. Mas estou confiante. Aquilo que está no meu coração e nas minhas veias não pode ser mudado”, acrescentou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.