Patrícia Mamona, Susana Costa e Evelise Veiga entram em cena nas qualificações do triplo salto a partir das 16:40 locais (14:40), sendo esta a primeira vez que Portugal coloca três atletas numa disciplina técnica.

Mamona é a principal figura, já que é a 10.ª do ranking, com 14,44 metros, e tem um palmarés extenso em que já se incluiu o título europeu.

Competirá no grupo A de qualificação, juntamente com a jovem Evelise Veiga, até agora especialista de salto em comprimento, mas que acaba por se estrear em Mundiais no triplo, graças a um salto de 14,32, que também lhe valeu mínimos olímpicos.

Em entrevista ao jornal 'A Bola', Patrícia Mamona garantiu que vai dar o máximo para sair de Doha com uma medalha.

"O que eu quero acima de tudo é melhorar o 9.º lugar. Preparada estou bem, confiante em passar à final. Sei que a marca de qualificação é difícil, mas acessível. É uma questão de ter um bom aquecimento e sorte de não fazer nenhum nulo…", começou por dizer.

Quanto à medalha, Patrícia Mamona admitiu que "passa pela cabeça de toda a gente que consegue estar aqui. Veja o que aconteceu no salto em comprimento: o rapaz da Jamaica só conseguiu passar à final por três centímetros e, depois, de lá estar o que é que aconteceu? A medalha de ouro, a melhor marca mundial do ano."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.