O Benfica, em masculinos, e o Sporting, em femininos, já comandam o Nacional de clubes de atletismo no final do primeiro dia de provas, confirmando o favoritismo na competição que está a decorrer este fim de semana, em Leiria.

Em femininos, o Sporting leva 12 pontos de avanço sobre o rival e já pode começar a considerar 'quase certo' o nono título consecutivo, mas em masculinos a questão ainda se prolonga por domingo, já que a diferença de hoje foi mais 'curta', de quatro pontos apenas.

Tanto em masculinos como em femininos a luta pelo terceiro lugar de pódio trava-se entre a equipa da Leira, Juventude Vidigalense, e Sporting de Braga.

No setor masculino, a segunda jornada vai começar com 77 pontos para Benfica e 73 para Sporting, 48 para Sporting de Braga e 44 para Juventude Vidigalense. Seguem-se na tabela Jardim da Serra (32), Água de Pena (32), Seia (29) e Estreito (24).

Já entre as mulheres, o Sporting tem 85 pontos, contra 73 pontos do rival lisboeta. A Juventude Vidigalense tem o terceiro lugar seguro por um só ponto - 49 contra 48 do Sporting de Braga. A tabela da I divisão segue com Jardim da Serra (41), Grecas (37), Eirense (31) e Estreito (30).

Por três vezes em masculinos o Sporting conseguiu ganhar nesta jornada, através de João Vieira, nos 5.000 metros marcha (19.38,60 minutos), Carlos Nascimento nos 100 metros (10,39 segundos) e Nelson Évora, em verdadeira 'missão de sacrifício' no salto em comprimento.

O campeão olímpico do triplo salto de 2008, que domingo estará de novo em pista, para enfrentar Pedro Pablo Pichardo, só tem saltado em comprimento para ajudar o clube. Foi o caso de hoje em Leiria, plenamente sucedido por um centímetro apenas: 7,58 metros contra 7,57 de Ivo Tavares, do Benfica.

As vitórias masculinas para o emblema da águia foram para Diogo Ferreira, na vara (5,30 metros), Raidel Acea nos 400 metros (47,05 segundos), Tsanko Arnaudov, no peso (18,85 metros), Isaac Nader, nos 1.500 metros (4.09,49 minutos), Leandro Ramos no dardo (72,66 metros), Edward Zakayo nos 5.000 metros (14.17,41 minutos) e na estafeta de 4x100 metros (40,27 segundos).

Em femininos, a tendência foi a oposta, com superioridade de vitórias individuais do Sporting sobre o Benfica e uma única exceção aos dois grandes de Lisboa - Joana Soares, do Jardim da Serra, é a campeã de 3.000 metros obstáculos, com 9.55,86 minutos.

O Sporting entrou a ganhar, com a veterana Vânia Silva de novo campeã no lançamento do martelo, com 62,64 metros.

Seguiram-se Anabela Neto na altura (1,74 metros), Lorene Bazolo nos 100 metros (11,54 segundos), Cátia Azevedo nos 400 metros (53,43 segundos), Irina Rodrigues no disco (60,74 metros), Vitória Oliveira nos 3.000 metros marcha (13.06,03 minutos), Evelise Veiga no comprimento (6,18 metros), Jessica Augusto nos 5.000 metros (16.22,72 minutos) e a estafeta de 4x100 metros (45,56 segundos).

A exceção foi mesmo a vitória da benfiquista Marta Pen nos 1.500 metros, em 4.21,52 minutos.

No final da primeira jornada, Casa do Benfica de Faro (masculinos) e Senhora do Desterro (femininos) lideram a II divisão, enquanto na III os primeiros são Senhora do Desterro (masculinos) e Diana (femininos).

As II e III divisões disputam-se no mesmo dia e mesmo estádio que a competição principal, mas mais cedo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.