A seleção de Cabo Verde da ultramaratona parte, esta quinta-feira, para Alcázares, em Espanha, com vista a sua participação na 29ª edição do Campeonato do Mundo de Ultramaratona (100 quilómetros) que se realiza no domingo, 27.

De acordo com o presidente da Federação Cabo-verdiana de Atletismo (FCA), Fernando Pinto, a seleção nacional será constituída pelos internacionais cabo-verdianos José Cabral “capitão”, Joaquim Gama, Nelito Varela e Adilson Spencer, sob a liderança técnica de Pier Scaramelli, ao passo que Michela Zoccoletti foi incumbida o papel de oficial/assistente.

A prova deste ano, de acordo com o capitão nacional, vai ser disputada em 80 por cento de asfalto e 20 nas trilhas, marcadas por pedregulhos e areias, pelo que estrategicamente a equipa nacional vinha treinando há muito nas rodovias planas da capital.

Para esta participação, referenciada como a maior montra da ultramaratona ao nível mundial, a FCA contou com o patrocínio da Câmara Municipal da Praia, apoios efetivos da Presidência da República e da CV Telecom.

O líder federativo, entretanto, clama a atenção das autoridades desportivas no sentido de dedicar uma maior atenção aos atletas de alta competição, sobretudo em termos de dispensa, alegando que a ultramaratona afigura-se como uma prova desgastante e que exige muito dos atletas, sobretudo durante a fase de preparação.

Cabo Verde vai defender o título conquistado em Setembro 2015, na cidade holandesa deWinchoten pelo atleta José Cabral, numa equipa que fora, ainda, constituída porNataniel Moreira e Orlando Tavares “Águia”.

Trata-se da terceira participação de Cabo Verde no Mundial de Ultramaratona, depois de marcar presença no Campeonato do Mundo de Qatar (novembro, 2014), França (Mundial de Trail em Annecy, Maio/2015) e na Maratona de Winchoten, Holanda, em setembro de 2015.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.