O 1º de Agosto apurou-se para a final four da Afroliga em basquetebol sénior masculino, ao vencer o Petro de Luanda, por 74-57, no jogo da segunda mão dos quartos-de-final, disputado no pavilhão do Kilamba.

Na primeira partida, os “militares” já haviam suplantado os “tricolores” por 70-57.

Felizardo" carrega" 1º de Agosto à final four

Com 20 pontos e três ressaltos (dois defensivos e um ofensivo), o poste Felizardo Ambrósio foi na sexta-feira o mais destacado para o apuramento do 1º de Agosto à final four da Afroliga de basquetebol, após vitória sobre o Perto de Luanda, por 74-57.

Na partida a contar para a segunda mão das meias-finais, disputada no Pavilhão Multiusos do Kilamaba, o jogador acertou oito bolas em 11 lançamentos de campo e igual número em 10 lances dos dois pontos, além de converter quatro bolas em quatro tentativas da linha dos três pontos, batendo na corrida Eduardo Mingas e Islando Manuel os dois com cada 14 pontos apontados.

Desde muito cedo que os “militares” deram mostra de superioridades, obtendo a vantagem de cinco pontos/7-2) a passagem dos dois minutos.

Os petrolíferos procuravam “a todo custo” encurtar a desvantagem ante os rubro-negros, mas os principais “artilheiros” Carlos Morais e Olímpio Cipriano cometiam vários falhanços, acabando em desvantagem no primeiro quarto por 13-23.

A toada teve rumo diferente no segundo quarto, os” agostinos “, depois da Gelson Lukeny (05), Childe Dudão (02) e Benvindo Kimbamba (01) viam-se ligeiramente inibida no ataque o que permitiu o rival encostar no placar, mas, ainda assim, venciam ao intervalo 36-31.

No terceiro tempo, tudo parecia difícil para a formação do Eixo Viário, o nervosismo e fraca confiança nos lançamentos era dominante, enquanto rival aprovei tour para elevar a vantagem para 19 pontos (57-38).

Na etapa final, o 1º de Agosto manteve-se superior, ante um Petro que mesmo com o reforço americano, Kendall Gray, que jogou apenas dois minutos (00) voltou a perder, desta por 74-57. Na primeira já haviam perdido, por 57 -70.

Sob arbitragem de Lislie Cherubin (Mauritânia),auxiliado por Artur Castro (Moçambique) e Mohamed Elmenshawy (Egipto), as equipas alinharam da seguinte forma:

1º de Agosto: Pedro Bastos (05),Mohamed Malick (00),Edson Ndoniema (02),Armando Costa (02),Felizardo Ambrósio (20),Mutu Fonseca (00),Many Quezada (11), Eduardo Mingas (14),Gildo Santos (06), Islando Manuel (14),Andre Harris (00).

Treinador: Paulo Macedo.

Petro e Luanda: Kendal Gay (00),Olímpio Cipriano (05),Childe Dundão (02),Carlos Morais ( 14),Joaquim Pedro (05), José António (0 4),Leonel Paulo (11), Abou Gakou (03),Hermenegildo Mbunga (02),Benvindo Kimbamba (01), Jerson Gonçalves (05) e Aldemiro João (05).

Treinador: Lazare Adingono.

O 1º de Agosto torna-se na primeira a apurar-se para final four, no domingo jogam para segunda e última mão as equipas do Al Ahly e Smouha SC , ambas do Egipto. A Assocition Sportive do Salé do Marrocos -Defenders Basketball da Nigéria entram em cena no dia 12 deste mês.

No dia 13, na Tunísia, o Es Rades terá pela frente a compatriota JS Kairouan.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.