O Benfica venceu os holandeses do Leiden por 103-99, após prolongamento, em jogo da primeira jornada do grupo A da Europe Cup de basquetebol, disputado no pavilhão da Luz.

Com uma exibição muito descolorida, a equipa de Carlos Lisboa conseguiu o empate que garantiu o prolongamento em cima do final do cronómetro e superiorizou-se depois no tempo extra, com Eric Coleman e José Silva a destacarem-se na lista de marcadores, com 21 e 20 pontos, respetivamente.

O jogo começou equilibrado, com o Benfica a adiantar-se no marcador, mas a ter resposta pronta dos holandeses, que desde os primeiros minutos aproveitaram bem as transições quando os lançamentos das ‘águias’ teimavam em não entrar.

Ainda assim, a entrada de Tomás Barroso trouxe sangue novo à equipa do Benfica, que encerrou o primeiro parcial com três pontos de vantagem (28-25), depois de dois triplos consecutivos do seu capitão.

A história do segundo parcial foi radicalmente diferente e o Leiden controlou os acontecimentos por completo no pavilhão da Luz. Com uma grande eficácia nos ressaltos defensivos, os holandeses deram a volta ao marcador e fecharam a primeira parte com 11 pontos de vantagem, a maior do encontro (40-51).

O Benfica entrou para a segunda parte de olhos postos no cesto do Leiden e, pese embora muitas distrações e erros não forçados, conseguiu chegar ao empate com quatro minutos para se jogar no terceiro parcial. Estava feito o mais difícil, mas o Benfica voltou a complicar e o melhor que conseguiu foi sair para o último parcial com uma desvantagem de quatro pontos (62-66).

Nos últimos 10 minutos voltou a repetir-se o desacerto ‘encarnado’. Mesmo assim, o Benfica igualou o marcador a 74-74 e, nos últimos segundos, Micah Downs conseguiu um triplo que dava o triunfo ao Benfica.

O Leiden respondeu de imediato na mesma moeda, com Tayler Persons a recolocar os holandeses na frente e dois segundos para jogar, mas ainda não estava tudo visto na Luz e, redimindo-se de um jogo pouco feliz, Gary McGhee igualou o resultado em 88-88 e forçou o prolongamento.

Nos cinco minutos extra foi mais forte o Benfica, que fechou o resultado em 103-99 e garantiu a estreia vitoriosa nesta prova europeia.

Jogo realizado no Pavilhão do Estádio da Luz, em Lisboa.

Benfica - Leiden, 103-99 (após prolongamento).

Ao intervalo: 40-51.

Final do tempo regulamentar: 88-88.

Sob a arbitragem de Geert Jacobs (Bélgica), Martin Van Hoye (Bélgica) e Alexandre Deman (França), as equipas alinharam e marcaram:

- Benfica (103): Micah Downs (16), Eric Coleman (21), José Silva (20), Arnette Hallman (11) e Toure' Murry (4). Jogaram ainda: Damian Hollis, Tomás Barroso (13), Rafael Lisboa (3), Gary McGhee (12) e Fábio Lima (3).

Treinador: Carlos Lisboa.

- Leiden (99): Tayler Persons (24), Braxton Huggins (24), Reigarvius Williams (15), Worthy De Jong (16) e Drago Pasalic (15). Jogaram ainda: Marijn Ververs, Sérgio De Randamie, Josh Cunningham (5).

Treinador: Rolf Franke.

Marcha do marcador: 28-25 (10), 40-51 (intervalo), 62-66 (30), 88-88 (40) e 103-99 (45).

Assistência: Cerca de 600 espetadores.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.