A entrada a título póstumo de Kobe Bryant no ‘Hall of Fame’ da NBA (Liga norte-americana de basquetebol) vai ocorrer em 2021, uma vez que a cerimónia prevista para agosto vai ser adiada devido à pandemia de covid-19.

O antigo basquetebolista, que morreu em janeiro num acidente de helicóptero, iria entrar este ano no ‘Hall of Fame’, numa cerimónia que estava prevista para o dia 29 de agosto.

“Vamos cancelar, sem dúvida. A cerimónia terá de ocorrer no primeiro trimestre do próximo ano”, afirmou Jerry Colangelo, presidente do conselho de administração do ‘Hall of Fame’, acrescentando que nas próximas semanas será decidida a data em que se irá realizar.

Kobe Bryant estava entre os nove nomes da classe de 2020 que iria entrar no ‘Hall of Fame’, juntamente com Tim Duncan, cinco vezes campeão da NBA com os San Antonio Spurs, e Kevin Garnett, campeão em 2008 ao serviço dos Boston Celtics.

O norte-americano Kobe Bryant, considerado um dos maiores jogadores de sempre da NBA, morreu em 26 de janeiro, aos 41 anos, na sequência de um acidente de helicóptero em Calabasas, que vitimou outras oito pessoas, entre elas a sua filha Gianna, de 13 anos.

Conhecido como 'Black Mamba' (cobra mamba negra), chegou à NBA aos 17 anos e jogou durante 20 anos nos Los Angeles Lakers, tendo conquistado cinco títulos da NBA e duas medalhas de ouro olímpicas (Pequim2008 e Londres2012).

É um dos sete basquetebolistas que ultrapassaram a marca dos 30.000 pontos na carreira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.