A Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) espera ter definido até ao final de junho os formatos das suas competições, com os clubes a terem oportunidade de jogar numa divisão inferior devido às dificuldades causadas pela pandemia de covid-19.

Devido aos impactos, essencialmente financeiros, que a pandemia de covid-19 está a causar aos clubes, a FPB vai permitir, a título excecional, que os clubes joguem numa competição de nível inferior ao que estão colocados.

“Se os clubes declarem, dentro do período definido, que não têm condições para jogar na sua divisão, podem jogar na divisão imediatamente inferior, em vez de terem de passar para o último nível competitivo, como antes acontecia”, disse à Lusa José Pinto Alberto, diretor de competições da Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB).

O diretor geral explicou que esta decisão será válida para qualquer das divisões, referindo que foi uma medida tomada para ajudar os clubes que não têm condições para disputarem uma determinada competição.

O responsável disse ainda que a FPB decidiu considerar as classificações das equipas que já tinham a sua situação definida antes do cancelamento das competições, ou seja, quem já tinha garantido a subida ou quem já tinha sido matematicamente despromovido.

Na Liga Placard, o escalão máximo do basquetebol, o Terceira Basket já estava despromovido, enquanto na Proliga, segundo escalão, o Imortal já tinha garantido a subida de divisão, situação que se vai manter.

Em relação às subidas, a FPB vai ainda permitir às equipas que estavam em posição de discutir uma subida de divisão candidatarem-se para disputarem uma competição, antes do início da próxima época, de modo a tentarem atingir o objetivo.

“Será uma espécie de competição de pré-época com os clubes elegíveis para subidas, que deve decorrer em setembro”, explicou.

Ao longo do mês de junho decorrem os prazos para que os clubes tomem as suas decisões e avancem com as suas candidaturas, de modo a que a FPB possa definir os formatos das suas competições, admitindo-se a hipótese de alterações.

“A Proliga poderá sofrer alterações, com uma competição em duas regiões, norte e sul, disputando-se depois uma segunda fase”, frisou José Pinto Alberto.

O diretor de competições revelou ainda que a FPB vai ter incentivos e apoios aos clubes nas competições, que vão passar por “taxas de inscrição e outros aspetos”, tendo em conta os impactos financeiros da pandemia nos clubes.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas - Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Esta época, em Portugal, as competições de basquetebol foram canceladas sem atribuição de título, devido à pandemia de covid-19, tal como sucedeu com andebol, futsal, voleibol e hóquei em patins.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.