As equipas da Liga norte-americana de basquetebol masculina (NBA) e feminina (WNBA) vão vender máscaras em tecido com os vários logótipos, com as receitas a serem dirigidas para associações de caridade.

Segundo foi divulgado, as verbas vão ser entregues a associações nos Estados Unidos e Canadá que trabalham para combater a fome.

A presidente do programa de responsabilidade social da NBA e do programa social dos jogadores, Kathy Behrens, afirmou que as máscaras vão ajudar os adeptos a respeitar as diretrizes de segurança devido à pandemia da covid-19.

“É mais uma medida a juntar aos esforços da NBA para ajudar os que foram afetados pela covid-19”, salientou.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 145 mil mortos e infetou mais de 2,1 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 465 mil doentes foram considerados curados.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (33 mil) e mais casos de infeção confirmados (671 mil).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.